O renomado grupo irlandês/norte-americano Flogging Molly, um dos mais influentes e respeitados do gênero Celtic Punk da história, está de volta a América Latina, após seis longos anos de bombástica e bem-sucedida apresentação de estreia.

Com realização da Liberation Tour Booking, Dave King (vocal/guitarra), Bridget Regan (fiddle, tin whistle), Dennis Casey (guitarra), Matt Hensley (acordeom), Nathen Maxwell (baixo), Bob Schmidt (bandolim/banjo) e Mike Alonso (bateria) trazem a turnê promocional do seu mais novo aclamado álbum “Life is Good” especialmente para três cidades do Brasil: Curitiba (05/10 – Hermes Bar), São Paulo (06/10 – Carioca Club) e Rio de Janeiro (07/10 – Circo Voador). Ainda há ingressos à venda para as apresentações nas três capitaisMais informações no serviço abaixo.

Dono de clássicos como “Drunken Lullabies”, “Devil’s Dance Floor”, “What’s Left of the Flag”, “The Seven Deadly Sins”, “If I Ever Leave This World Alive”, “Float”, “Requiem for a Dying Song”, o Flogging Molly conquistou enorme e fiel número de seguidores em todo o mundo com a sua peculiar sonoridade Celtic Punk ou punk rock com raízes irlandesas.

A  consciência social e política que sempre impulsionou a música do Flogging Molly nunca foi tão proeminente para retratar o lançamento do novo álbum “Life is Good” (Vanguard Records). Esse é o trabalho mais forte o grupo até o momento, destacando a meticulosa maneira de contar histórias e com arranjos cada vez mais ferozes. “Life is Good” é o sucessor de “Speed  of  Darkness”, que atingiu a 9ª posição no Top 200 da Billboard.

Formado em 1997 pelo cantor irlandês Dave King, o Flogging Molly ficou famoso pelos intensos shows ao lotar casas da América do Norte, Europa e Ásia. A sonoridade é ainda influenciada por artistas como Stiff Little Fingers, The Pogues, The Clash, Swinging Utters, Cockney Rejects e Cock Sparrer.

(Visited 9 times, 1 visits today)