O duo Seakret lança o single “Perdendo a Mão”, que tem como convidadas especiais as cantoras Anitta e Jojo Maronttinni. Composta pelo Seakret em parceria com Anitta, a música fala sobre relacionamentos abusivos e instiga as mulheres do Brasil a questionarem a sua própria independência.

Na mesma data, o Seakret também faz o lançamento do clipe, que conta com a direção de Junior Bill, que dirigiu várias apresentações de Anitta nos tempos dos bailes da Furacão 2000. Assista ao clipe aqui:

Gravado em Honório Gurgel, bairro em que Anitta nasceu e viveu sua infância e adolescência, o vídeo teve cenas feitas na antiga da casa da cantora. Filmado em câmera VHS, um ‘clássico’ dos anos 80, a outra parte do clipe foi registrada na casa de um amigo de Anitta, onde aconteciam as festas da turma. “Meus amigos da época participaram e os produtores do clipe são pessoas que me filmavam nos bailes da Furacão 2000”, revela Anitta.

A música traz um recado especial para todas as mulheres que sofrem – ou já sofreram por um relacionamento abusivo: “Toda vez que a gente sai é mó emoção / Só fala besteira desce até o chão / Tu é minha parceira ou talvez meu irmão / Mas pegou esse cara e tá perdendo a mão / Ele é bonito dá até pra entender / Mas já tá pirando querendo te prender / Controla tua roupa, tuas amiga e os rolê”, dizem alguns dos versos.

“Recebi a música do Seakret e adorei de imediato. Chamamos a Jojo por se tratar de um funk que tem tudo a ver com ela também! Tudo aconteceu muito rapidamente. Resolvemos gravar o clipe com meus amigos de infância e chamamos fornecedores locais de Honório para nos ajudar na produção. Sempre tive vontade de trazer imagens da minha infância e meus amigos de Honório Gurgel. Só ainda não tinha pintado a oportunidade certa. Como a música fala sobre a amizade, resolvi trazê-los para o clipe, lembrando e reproduzindo as festas que rolavam na minha casa e de amigos do bairro. Eram pequenos bailes que fazíamos entre amigos para diversão!”, conta Anitta.

A canção será a primeira de Anitta e Jojo juntas nos vocais. Antes disso, em agosto do ano passado, Jojo participou do clipe de “Vai Malandra” (encontro que selou a amizade entre as duas cantoras), parceria de Anitta com o funkeiro Mc Zaac, o rapper norte-americano Maejor, o duo Tropkillaz e o DJ Yuri Martins.

Jojo Maronttinni acredita que as mulheres já tiveram grandes conquistas para a sua independência. “A partir do momento que somos livres para fazermos nossas escolhas, que temos o direito expressar aquilo que pensamos, já somos livres e independentes. Claro que temos um bom caminho a ser trilhado pela frente e sempre teremos muito chão para caminhar em várias áreas da sociedade. Não só a mulher, mas o ser humano tem muito que crescer, aprender e conquistar”, disse a cantora. E Anitta complementa: “Sabemos que falta muito para isso de fato acontecer no mundo. Mas nada é impossível. O que precisamos é manter o foco e nos empoderarmos cada vez mais, lutando por direitos iguais e respeito”.

O Seakret revela um pouco sobre o processo de gravação da música: “A tecnologia permite que a gente faça muita coisa à distância. Então, acertamos letra e produção por mensagens no celular. Quando chegamos para trabalhar no estúdio com elas, a música estava praticamente pronta. Foi questão de duas horas para gravarmos as vozes, finalizarmos a produção e mandar para a mixagem. A ideia da mudança de BPM (tempo) no meio da música surgiu quando já estávamos finalizando a gravação, com a gente, Anitta, Jojo e o DJ Batata (produtor e empresário da JoJo) dando ideias”, contam Pedro Dash e Dan Valbusa.

O duo Seakret, que produz música urbana sem rótulo, do reggae ao pop, do funk ao trap, também assina a produção da faixa “Orgulho e Preconceito”, canção recém-lançada por Lulu Santos. Ouça aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/OrgulhoEPreconceito .

Formado por Pedro Dash e Dan Valbusa, o Seakret surgiu em 2017 com o EP “I’m Here”. Ouça e baixe aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/ImHere . A dupla é reconhecida por suas colaborações de sucesso, como “Me Leva a Sério” (Anitta), “Imaturo” (Jão), “Rebelde e Abusada” (Tati Zaqui), “Cobertor” (Projota + Anitta), entre outros. Pedro também trabalhou com a cantora Clau (no EP “Relaxa”) e Manu Gavassi (no álbum “Manu”) e Projota (“A Milenar Arte de Meter o Louco”, incluindo o hit “Linda”).

(Visited 8 times, 1 visits today)