Katy Perry deu uma entrevista para a revista australiana Vougue, onde vários assuntos delicados foram citados. O que mais chamou atenção dos jornalistas e fãs da cantora pop foi quando ela revelou que viveu momentos de depressão durante sua atual turnê, “Witness”.

Katy releva: 
“Eu tinha momentos de depressão e meu coração estava partido, no ano passado. Inconscientemente, eu colocava muita validade na reação do público e o público não reagia da forma que eu esperava… o que partiu meu coração”, 

Seu quinto álbum, “Witness” não conseguiu repetir o número de vendas e os singles não tiveram o mesmo sucesso que Katy conseguiu emplacar em suas faixas passadas. É de longe a era mais calma de Katy Perry, fãs e críticos não tiveram muito trabalho ao descrever o álbum incomum da diva pop.

Com isso Katy, uma menina de origem católica, procurou voltar suas energias para solidificar sua fé e passou a frequentar o Instituto Hoffman, um retiro espiritual, no qual pode encontrar uma nova base.

“A maior mentira que nos foi vendida é a de que artistas precisam estar sentindo dor para criar” desabafa, Katy.

 

(Visited 11 times, 1 visits today)