Sesc Pompeia compartilha sua programação de shows para o mês de outubro, visite a página deles para mais informações sesccsp.org.br

PROGRAMAÇÃO DE MÚSICA / OUTUBRO

PLATAFORMA

O projeto engloba o lançamento de shows musicais inéditos, CDs e DVDs

show

Ilessi – Lançamento do álbum Mundo Afora: Meada Participação especial de Thiago Amud

O disco traz à tona compositores contemporâneos de diferentes regiões do Brasil, com uma ampla diversidade de gêneros musicais. O objetivo de Ilessi é “apresentar uma estética que dialogue com o inclassificável, com o inrotulável”. E para tal ela foi buscar elementos da música indiana, da cúmbia, da macumba, da música clássica, da balada em 3/4 mineira, do coco, do jazz, da valsa, além de instrumentos “exóticos” como kanjira, pakawaj e morchang (berimbau de boca), indianos, e alegre, chamador e tambora, latino-americanos. Trata-se de um trabalho de pesquisa de repertório e instrumentação que ela desenvolveu ao lado de grandes músicos da atual cena musical como Thiago Amud, que assina os arranjos.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Foto: Helena Cooper.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
04/10. Quinta, às 21h

Saint Chameleon – Lançamento do álbum Mockingbird

Em torno do cantor e compositor Luka Sulzer, Saint Chameleon mostra que sempre há boas surpresas no pop alternativo e que ele nem sempre soa igual em todos os lugares. A trupe de seis fortes da Estíria convence, com seu estilo e linguagem musical próprios, que está localizada, de uma maneira excitante, longe do que se costuma ouvir todos os dias do Pop mainstream.
A banda é composta por Thilo Seevers (teclados, acordeão), Cajetan Kamenjasevic (contrabaixo), Emiliano Sampaio (trombone, guitarra), Martin Mayer (saxofone, clarinete, flauta) e Raphael Vorraber (bateria).

Vendas limitadas a 6 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Foto: Hanna Fasching.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
10/10. Quarta, às 21h

Guilherme Kastrup – Lançamento do álbum Ponto de Mutação Participação especial de Ná Ozetti

Ponto de Mutação, o novo álbum de Guilherme Kastrup tem como inspiração temática o livro homônimo do físico e ambientalista Fritjof Capra, que nos apresenta uma nova visão de realidade, sob um prisma holístico de ciência e de espírito. Calcado no pensamento sistêmico, Capra descreve nosso momento atual como o final de um período e início de outro – “Ao término de um período de decadência, sobrevém o Ponto de Mutação. A luz poderosa que fora banida, ressurge…” (I Ching). Esse período, regido por paradigmas masculinos (YANG) como a competição e a agressividade, seria então substituído por uma nova era, de égide feminina (YIN), de mais solidariedade, cuidado e afeto, onde a nova civilização compreenderá finalmente que somos todos sistemas interligados. Dependemos uns dos outros, assim como dos sistemas que habitamos, da Terra, do ar, do mar, tanto como nossos corações dependem do pulmão, dos rins, da unha do pé. Dessa forma, o disco percorre uma trilha imagética, que parte do caos de nossos dias, para uma virada a partir da força feminina.

Vendas limitadas a 6 ingressos por pessoa.
Local : Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
17/10. Quarta, às 21h

Verônica Ferriani – Lançamento do álbum Aquário

O novo trabalho de Verônica Ferriani, o álbum AQUÁRIO, tem produção musical do carioca Diogo Strausz e participações do mestre paraense Manoel Cordeiro, de Mestrinho e Teco Cardoso. Trazendo 12 canções autorais de poesia profunda e sonoridade dançante, neste trabalho Verônica utiliza temas coletivos recorrentes à consciência moderna: as transições, simultaneidades, nossa vontade de pertencimento e alguns mistérios existenciais, tendo como pano de fundo a vida nas cidades. Para isso, cria personagens diversos, em geral femininos ou agêneros, em reflexões sobre tolerância, futuro e coletividade.

Vendas limitadas a 6 ingressos por pessoa.
Local:  Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
19/10. Sexta, às 21h e às 21h30

Guizado – Lançamento do álbum O Multiverso em colapso Participação especial Negro Leo e Karina Buhr

O Multiverso em colapso é o quinto disco do trompetista e compositor Guizado. Esse trabalho vem sido desenvolvido desde o início de 2017, quando Guizado, junto a uma banda formada por grandes músicos de São Paulo, chamou o produtor Luis Carlos Miranda para produzir o álbum. Durante esse processo Miranda se envolveu com o grupo e soube como ninguém extrair de forma mais direta e potente toda a musicalidade que já era intrínseca no grupo. As influências do Punk, do Jazz, do experimentalismo e da cultura pop estão presentes de forma clara ao longo das faixas do disco. Ao vivo o grupo investe na ideia do espetáculo, com forte atenção ao aspecto visual, com iluminação e cenografia do coletivo Lab_lux e um figurino cósmico que vai de encontro à ideia do disco: realidades coexistentes entrando em colapso, gerando novas perspectivas de mundo, abrindo novas fronteiras.

Vendas limitadas a 6 ingressos por pessoa.
Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
26/10. Sexta, às 21h30

EDUCAÇÃO TRANSVERSAL

Projeto pensado de forma colaborativa entre os núcleos de programação do Sesc Pompeia.

encontro

Samba & Academia – Especial Candeia (1935 –1978)

O radialista Moisés da Rocha media encontros musicais abordando aspectos relevantes da obra e da vida de um compositor consagrado de samba. Cada encontro conta também com a presença de um(a) estudioso(a) da obra do artista e de um(a) cantor(a) que possua um álbum totalmente dedicado à obra desse compositor.

Neste encontro musical, o compositor homenageado será Candeia (1935 –1978), com a presença da cantora Graça Braga que lançou o álbum “Dia de Graça – O Samba de Candeia” e de Gabriela Cordeiro Buscacio, historiadora, com formação pela UFF, universidade na qual desenvolveu mestrado sobre Candeia. A atividade terá o acompanhamento musical do violonista Oscar Novaes.

Moisés da Rocha começou a se envolver com a música nos primeiros anos de vida e foi nesse período que desenvolveu seu gosto musical. Na década de 70, assume a voz na rádio USP-FM, comandando o programa “O Samba Pede Passagem” com uma programação totalmente dedicada a esse ritmo genuinamente brasileiro.

Local: Sala 01 das Oficinas

Grátis | Vagas Limitadas | Retirada de ingressos a partir das 14hs, no dia da atividade, na Loja Sesc.
03/10. Quarta, das 20h às 22h

Samba & Academia – Especial Padeirinho (1927 –1987)

O radialista Moisés da Rocha media encontros musicais abordando aspectos relevantes da obra e da vida de um compositor consagrado de samba. Cada encontro conta também com a presença de um(a) estudioso(a) da obra do artista e de um(a) cantor(a) que possua um álbum totalmente dedicado à obra desse compositor.

Neste encontro musical, o compositor homenageado será Padeirinho (1927 –1987), com a presença do cantor Tantinho que lançou o álbum “tantinho canta Padeirinho da Mangueira” e de Juliana dos Santos Barbosa com formação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), tendo analisado o processo criativo e a expressividade da linguagem na obra de Padeirinho da Mangueira. A atividade terá o acompanhamento musical do violonista Oscar Novaes.

Moisés da Rocha começou a se envolver com a música nos primeiros anos de vida e foi nesse período que desenvolveu seu gosto musical. Na década de 70, assume a voz na rádio USP-FM, comandando o programa “O Samba Pede Passagem” com uma programação totalmente dedicada a esse ritmo genuinamente brasileiro.

Local: Sala 01 das Oficinas

Grátis | Vagas Limitadas | Retirada de ingressos a partir das 14hs, no dia da atividade, na Loja Sesc.
17/10. Quarta, das 20h às 22h

Samba & Academia – Especial Ismael Silva (1905 –1978)

O radialista Moisés da Rocha media encontros musicais abordando aspectos relevantes da obra e da vida de um compositor consagrado de samba. Cada encontro conta também com a presença de um(a) estudioso(a) da obra do artista e de um(a) cantor(a) que possua um álbum totalmente dedicado à obra desse compositor.

Neste encontro musical, o compositor homenageado será Ismael Silva (1905 –1978), com a presença dos artistas Cláudio Jorge e Augusto Martins que lançaram o álbum “Ismael Silva: Uma Escola de Samba” e de Carla Lisboa Porto (Unesp), mestra e doutora em História que, em sua pesquisa de mestrado trabalhou sobre as representações de mulheres “populares” na cidade do Rio de Janeiro a partir da análise das canções de Ismael Silva. A atividade terá o acompanhamento musical do violonista Oscar Novaes.

Moisés da Rocha começou a se envolver com a música nos primeiros anos de vida e foi nesse período que desenvolveu seu gosto musical. Na década de 70, assume a voz na rádio USP-FM, comandando o programa “O Samba Pede Passagem” com uma programação totalmente dedicada a esse ritmo genuinamente brasileiro.

Local: Sala 01 das Oficinas

Grátis | Vagas Limitadas | Retirada de ingressos a partir das 14hs, no dia da atividade, na Loja Sesc.
31/10. Quarta, das 20h às 22h

SAMBA IMENSO

Nomes consagrados do samba são homenageados por intérpretes em uma formação intimista, no Teatro do Sesc Pompeia

show

Roberta Sá interpreta Lupicínio Rodrigues

A cada mês teremos um show com um interprete também renomados da nossa MPB, com uma formação intimista, apresentando sua obra. Nessa quinta edição teremos a presença da cantora Roberta Sá interpretando Lupicínio Rodrigues.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
20/10. Sábado, às 21h
21/10. Domingo, às 18h

ELAS EM CENA

O projeto propõe encontros inéditos entre musicistas compositoras para um diálogo criativo de suas trajetórias diversas por meio da música.

show

Mbeji e Mariama Camara

O trabalho de Mariama Camara representa a difusão da diversidade cultural africana, a imersão no conhecimento da história da Diáspora da África do Oeste. Realiza-se de forma pedagógica e performática com o tripé dos movimentos corporais, cantos e toques de ritmos que nos permitem a releitura de significados ancestrais.
Mbeji, do Kimbundo, língua Bantu, traz como significado Lua, ciclo e ancestralidade feminina. Banda intercultural de mulheres pesquisadoras da música e dança de origem brasileira afroameríndia e afrolatina, que aportam nossa reconexão com a Ancestralidade através de diálogos rítmicos. Inspirado no Sagrado e Profano feminino e sua essência, o grupo apresenta músicas de culturas tradicionais encontradas nas religiões de matriz afro brasileiras, músicas de Encantarias e cantigas de ritos que em sua maioria são conduzidas por mulheres.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local : Espaço Cênico.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
10/10. Quarta, às 21h30

Nina Oliveira E Josyara

Josyara é cantora, compositora, instrumentista e arranjadora natural de Juazeiro – BA. Iniciou sua carreira ainda muito jovem, apresentando-se em bares da noite da sua cidade natal, da capital baiana e em diversos festivais. Em 2012 gravou seu primeiro disco autoral intitulado “Uni Versos”, patrocinado pela Petrobrás, com o qual ganhou o prêmio Sesc de Música – Ano II, participou do Festival Intercenas Musicais do Conexão Vivo e entrou em circulação em 04 cidades da Bahia. Em 2018 prepara o lançamento do seu 2º disco com apoio do edital Natura Musical.

Nina Oliveira é cantora, compositora e multi-instrumentista de Guarulhos, São Paulo. Sua música é popular, rica em ritmo e melodia, com a mistura elementos brasileiros e poesia que enaltece a força e o papel da mulher negra. Com primeiro trabalho para ser lançado no início de 2018, a artista já é considerada um fenômeno na internet, ultrapassando 2 milhões de visualizações do seu conteúdo online e vem se destacando com uma das vozes mais fortes da nova geração de compositores e intérpretes no cenário nacional.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local: Espaço Cênico.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
11/10. Quinta, às 21h30

Laetícia e Isaar

Laetícia é uma artista autodidata, que desenvolve seu canto no palco com maestria ao misturar dança e sonoridades com um toque teatral. Lançou seu primeiro CD Avesso em 2007, indicado como melhor álbum no Prêmio da Música Brasileira. É integrante do Grupo A Barca desde 2015, com o qual realiza diversos shows e circulações pelo Brasil.

Isaar é peça importante para entender como a música pop no Recife conseguiu se apropriar da cultura popular sem perder seu lado cosmopolita. Foi integrante do grupo Cumadre Florzinha atuando ao lado de artistas como Karina Buhr e Alessandra Leão e também da Orquestra Santa Massa, comanda por DJ Dolores. A cantora se prepara para lançar seu terceiro disco solo, com que fala da relação dela com a cidade.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local: Espaço Cênico.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.

12/10. Sexta, às 18h30

Cátia De França, Déa Trancoso e Consuelo De Paula

Cátia de França é cantora, compositora, instrumentista e escritora. Gravou seu primeiro disco em 1979 com produção de Zé Ramalho, intitulado 20 palavras ao redor do sol, que se tornou um clássico da música regional brasileira. No auge da carreira, Cátia teve suas canções gravadas por Elba Ramalho e travou parcerias com nomes como Clementina de Jesus e Jackson do Pandeiro. Em 2015, contemplada pelo Natura Musical gravou seu sétimo disco Hospede da Natureza, com o qual voltou aos palcos pelos quais circula intensamente nos últimos anos.

Déa Trancoso é cantora, compositora, escritora e atriz. Em 2001, fundou o selo TUM TUM TUM DISCOS, responsável por sua discografia que conta com os álbuns: O Violeiro E A Cantora, Tum Tum Tum, Serendipity e Flor Do Jequi (com Paulo Bellinati). Seu quinto álbum: CARTAS DO Sagrado Evangelho Feminino tem lançamento previsto para 2019. Em 2008, fez sua segunda turnê: Itália, França e Portugal. Em 2009, viajou por São Luis, Curitiba, Belém, Florianópolis, Joinville e Natal, pelo CCBB com o projeto CCBB Itinerante cantando e ministrando sua oficina “A Lembrança de Si Mesmo”. Encerrou a turnê pelo projeto ao abrir o show de Egberto Gismonti em Natal.

Consuelo é uma das poucas artistas de sua geração que possui, de fato, uma obra autorreferente na forma e no conteúdo. Possui forte presença de palco e carisma, revelando-se primorosa intérprete de sua própria obra e de outros autores. Sua expressão artística é marcada por profunda coerência, sensibilidade e dedicação aos elementos da cultura musical brasileira, com tudo o que ela tem de particular e de universal, de modo a sempre nos colocar diante de algo novo, inusitado e surpreendente, sempre a nos mostrar onde mora o Brasil.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local: Espaço Cênico.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.

13/10. Sábado, às 21h30

Alessandra Leão e Lenna Bahule

Alessandra Leão é compositora, cantora e percussionista, nascida em Pernambuco. Foi uma das integrantes/fundadoras da banda Comadre Fulorzinha. Desde o início dos anos 2000, faz apresentações na Europa, América Latina e América do Norte. Atualmente, circula com os shows: “Língua”, com repertório baseado no seu último trabalho.

Lenna Bahule iniciou sua formação em música aos cinco anos tendo ingressado na Escola Nacional de Música (ENM) em Maputo- Moçambique onde nasceu. Desde 2012, radicada em São Paulo, fundamentou sua pesquisa sobre a música vocal e diferentes caminhos para o uso da voz e do corpo como instrumento musical e de expressão artística.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local: Espaço Cênico.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.

14/10. Domingo, às 18h30

show

AVA ROCHA – SHOW ÁLBUM TRANÇA

TRANÇA é o nome do terceiro disco de Ava Rocha, que procede Diurno (2011) e Ava Patrya Yndia Yracema (2015). Produzido por Eduardo Manso e Negro Leo, o repertório traz canções próprias, como “Joana Dark” e também interpretações de canções inéditas de Negro Leo, Iara Rennó, Dinho, Marcos Campello e parcerias com Tulipa Ruiz, Gustavo Ruiz, o poeta sergipano Tazio Zambi e os produtores do disco.

Canções intituladas “Lilith”, “Patrya” “Bárbara”, “Assumpção”, “Joana Dark”, “Dorival”, “Joao Três Filhos”, “Uma Maré”, “Cancion para Usted”, “Singular”, “Anjo do Bem” e “Pangéia”, trançam sobre intensa sonoridade rítmica, grooves, transes e vozes em melodias e letras populares nas 20 faixas que compõem o disco, e que trazem em sua instrumentação participações de Kiko Dinuci, Alessandra Leão, Marcos Campello, Curumin, Thomas Harres, Mariá Portugal, Gabriel Mayall, Fernando Dinho, Gustavo Ruiz, Negro Leo, Eduardo Manso, Pedro Dantas, entre outros.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.

Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00 no sábado e às 17h30 no domingo.

Foto: Ana Alexandrino.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.

04/10. Quinta, às 21h30

NERUDA DEVOLUTION – COM PEPÊ MATA MACHADO, WILSON SUKORSKI E MARIANA DE MORAES

Os músicos e a cantora Mariana de Moraes apresentam uma livre adaptação musical e imagética dos textos conhecidos do CANTO 3, Os Conquistadores, da obra Canto Geral, de Pablo Neruda. Aproximando linguagens, a dupla de músicos criou e oferece no espetáculo elementos narrativos utilizando canção, voz em off, temas instrumentais, aleatoriedades, surpresas, encenação, eletrônica endêmica e jogral.

A instrumentação envolve piano, guitarra, violões microtonais, theremin, baixo tótem, serrote, saxofone, flautas e percussões, assim como farta utilização de computação musical e videográfica ao vivo.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.

05/10. Sexta, às 21h
06/10. Sábado, às 20h e às 21h

RODA DE SAMBA DA PEDRA DO SAL + AFOXÉ FILHOS DE GANDHI E FURMIGA DUB – ABERTURA: DJ MAM

Criado pelo selo musical Sotaque Carregado, Carnaval Remix é uma série de bailes carnavalescos, futurista e fora de época, que também dá nome aos lançamentos dos remixes, dos artistas e blocos mais queridos do Brasil, assinados por expoentes da música eletrônica nacional. A cada evento, dois lançamentos distribuídos pela Sony Music Brasil.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.

05/10. Sexta, às 21h30

ORQUESTRA VOADORA E MANIE DANSANTE – ABERTURA: DJ MAM

Criado pelo selo musical Sotaque Carregado, Carnaval Remix é uma série de bailes carnavalescos, futurista e fora de época, que também dá nome aos lançamentos dos remixes, dos artistas e blocos mais queridos do Brasil, assinados por expoentes da música eletrônica nacional. A cada evento, dois lançamentos distribuídos pela Sony Music Brasil.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.

06/10. Sábado, às 21h30

BADI ASSADI – PARTICIPAÇÃO DE FILIPE CATTO

A cantora, compositora e violonista Badi Assad apresenta sua nova turnê, baseada no lançamento do seu primeiro livro “Volta ao Mundo em 80 Artistas”. O show, com direção geral de Xarlô e figurino de Karla Pessoa, traz algumas das histórias sobre artistas da música de diversas partes do mundo, inclusive as que Badi vivenciou nas tantas viagens que fez em mais de 26 anos de carreira internacional. No repertório, com músicas de diferentes estilos e etnias, Badi canta em diferentes idiomas músicas autorais e releituras frescas ou já gravadas nos mais de 14 discos lançados pelo mundo, entre elas: O Barco Daqui de Dentro (Badi Assad), Zoar (Badi Assad e Chico César), Saudade Verdade e Sorte (Badi Assad e Pedro Luís), Bachelorette (Bjork), Acredite ou Não (Lenine e Braulio Tavares), Hunger of the Pine (Allt-J) e Millones (Camila Moreno). Tudo inspirado no conteúdo que ela aborda em “Volta ao Mundo em 80 Artistas”.

“Volta ao Mundo em 80 Artistas”, com lançamento da editora Pólen Livros, tem prefácio de Chico César e traz crônicas sobre artistas da música de cada canto do mundo. Entre os 80 artistas, da África, das Américas,da Europa, da Ásia e Oceania, figuram nomes variados e de gerações e estilos diferentes, como Amina Annabi (Tunísia), Sting (Inglaterra), Astor Piazzolla (Argentina), Tori Amos (EUA), Lorde (Nova Zelândia), Kodo (Japão), Hozier (Irlanda), Bjork (Islândia) e Paco de Lucía (Espanha). Do Brasil, Elza Soares, Naná Vasconcelos, Ney Matogrosso, Fernanda Takai, Marlui Miranda, Egberto Gismonti, Filipe Catto, Inezita Barroso, etc.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Foto: Edu Pimenta.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00 R$ 15,00 R$ 9,00
11/10. Quinta, às 21h
12/10. Sexta, às 18h

GERALDO AZEVEDO

Neste ano, completa-se 50 anos desde que as cordas do violão de Geraldo Azevedo começaram a soar composições próprias. Com uma inspiração incansável, compôs muitos sucessos que se fazem presente na memória afetiva de diversas gerações. Muitas dessas canções estarão no repertório do seu novo show “Geraldo Azevedo & Banda Acústica”.

Com o formato acústico ele traz um clima aconchegante, envolvendo e emocionando a plateia com as releituras de grandes músicas. Geraldo e a banda passeiam por canções emblemáticas como Caravana (Geraldo e Alceu Valença), Dia Branco (Geraldo Azevedo e Renato Rocha), Moça Bonita (Geraldo Azevedo e Capinan), Táxi Lunar (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Alceu Valença), Bicho de 7 Cabeças (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Renato Rocha) e tantas outras.

No palco, o cantor e compositor é acompanhando por Bráulio Araújo no contrabaixo, Marcelo Pereira na bateria, Marcos Diniz no teclado, Junior Xanfer na guitarra e César Michiles na flauta. Com uma banda formada por músicos de Pernambuco, Geraldo se aproxima da plateia trazendo de uma forma mais íntima um show que navega com força por suas raízes e pelo seu atual momento musical.

Vendas limitadas a 2 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Foto: Marcelo Ribeiro.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00 R$ 15,00 R$ 9,00
13/10. Sábado, às 21h
14/10. Domingo, às 18h

MIÚCHA

A cantora Miúcha apresenta clássicos do seu repertório e compartilha histórias de sua carreira ao lado de Tom Jobim, Chico Buarque, Vinícius de Moraes, João Gilberto, entre outros.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Teatro*

*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 30,00 R$ 15,00  R$ 9,00

18/10. Quinta, às 21h
19/10. Sexta, às 21h

GANGRENA GASOSA

Originada nos anos 90 no Rio de Janeiro, a cultuada banda Gangrena Gasosa faz show de lançamento do vinil “Gente Ruim Só Manda Lembrança Pra Quem Não Presta”. É o quarto álbum do grupo, o primeiro no país a misturar metal, hardcore e referências de umbanda. O sexteto é formado pelos vocalistas Angelo Arede (Zé Pelintra) e Eder Santana (Omulu), o guitarrista Minoru Murakami (Exu Caveira), o baixista Diego Padilha (Tranca-Rua), a percussionista Gê (Pomba Gira) e o baterista Renzo Borges.

Vendas limitadas a 6 ingressos por pessoa.
Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.

Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00 R$ 10,00  R$ 6,00

20/10. Sábado, às 21h30

(Visited 53 times, 1 visits today)